Thu 10 Oct 2024, 20:00 – Forró da Quinta, by Forró de Rabeca

 15,00

10 October 2024
Starts: 20:00
Door open: 19:30

In stock

Description

Forró de Rabeca has a unique proposal, which is to present authentic FORRÓ, as it originated from its roots played with the accompaniment of Rabeca, the first melodic instrument used to create the rhythm in northeastern Brazil. The group is based in Lisbon.

The project has performed at festivals and Forró parties and is available for concerts throughout Portugal and Europe all seasons.

HISTORY OF RABECA AND FORRÓ

The RABECA is a bow instrument, precursor of the violin, it is believed to be of Arab origin, in North Africa, from where it was taken to Europe, there are reports of its use from the Medieval times.

From Europe, it went to Brazil, where it started to be played in popular and religious manifestations since the remote times of Brazilian colonization.

While in Europe the instrument was modernized and modified until it was called VIOLIN around the beginning of the 19th century, in Brazil it keeps its characteristic shape and sound, but with changes in the way of construction, tuning and touch depending on the region.

The main regions of Brazil where the instrument is developed are in the Northeast and South of the country.

In the Northeast, the RABECA was the first melodic instrument used to play baião and forró, rhythms that would become very popular throughout Brazil, in addition to being important elements for the identity of northeastern and Brazilian culture.

Dirceu Melo, leader of project

Dirceu Melo, creator of the project, is a cultural producer and multi-instrumentalist musician from Pernambuco, Northeastern Brazil, since the 90s, having participated in his career in several musical projects that have been performed throughout Brazil, most of Europe and even the USA and Asia, currently residing in Portugal since 2019.

Line up:
Dirceu Melo, vocal, rabeca
Roni Conceição, vocal, contrabass
Cleyton Barros, zabumba
Anna Bellmas, triangulo, pandeiro

>>>>>

O  Forró de Rabeca tem uma proposta única, que é apresentar o autêntico forró rabecado de Pernambuco, do nordeste brasileiro, tal como se originou em suas raízes sendo tocado com o acompanhamento da Rabeca, o primeiro instrumento melódico utilizado para criar e tocar o baião e o forró. O grupo está sediado em Lisboa.

O projeto tem se apresentado em eventos e festivais e está disponível para concertos por todo Portugal e Europa nesta temporada.

A HISTÓRIA DA RABECA, DO BAIÃO E DO FORRÓ

rabeca é um instrumento de arco, precursor do violino, crê-se que seja de de origem árabe, no norte da África, de onde foi levada para Europa, tendo-se notícias de sua utilização desde a Idade Média.

Da Europa, seguiu para o Brasil onde passou a ser tocada em manifestações populares e religiosas desde os remotos tempos da colonização brasileira.

Enquanto que na Europa o instrumento foi se modernizando e se modificando até passar a ser chamado VIOLINO por volta do início do século 19, No Brasil a rabeca manteve seu formato e timbre característicos, mas com mudanças na forma de construir, de afinar e de se tocar dependendo da região.

No Nordeste, a rabeca foi o primeiro instrumento melódico utilizado para tocar baião e forró, uma enorme contribuição à cultura e música brasileiras, que se deu através do desenvolvimento da estrutura harmônica e musical do baião e do forró, ritmos que se tornaram muito populares por todo Brasil, além de serem elementos importantes para a identidade da cultura nordestina.

Dirceu Melo, idealizador do projeto, é produtor cultural e músico pernambucano desde os anos 90, tendo participado em sua carreira de diversos projetos musicais que se apresentaram por todo o Brasil, grande parte da Europa e ainda EUA e Ásia, atualmente residente em Portugal desde 2019.

Since1987