Ma & Di 04 & 05 Nov – Co-creative Networks: Practices for Essential Collaboration

 40,00

04 & 05 November
04 November: 11:00 tot 19:00
05 November: 14:00 tot 19:00

Op voorraad

Artikelnummer: 16097630 Categorieën: , Tags: ,

Beschrijving

Workshop
Monday 04/11 –  From 11:00  – 19:00
Tuesday 05/11 – From 14:00 – 19:00
André Martinez – facilitator
Investment: 40€ (full).
If you can’t pay this amount, specify the amount you are able to pay at: info@munganga.nl

Coffee break will be a collaboration: bring something to share.

The workshop will be ministered in Portuguese and translated into English.

Co-creative Networks: Practices for Essential Collaboration
Through dialogical practices based on listening to the participants’ life histories – inspired by the approach of the German poet, writer, and scientist Wolfgang Von Goethe when observing natural phenomena – the workshop offers a path of experiences to make visible the delicate and profound aspects that underpin the collaborative and co-creative processes.

Collaboration is the practice that allows us to see the luminous aspect of transition. If, on the one hand, old systems based on scarcity and control decay, generating violence and destruction, on the other, new patterns emerge vigorously producing life and abundance. Those who practice collaboration benefit from positive aspects of the transition and, at the same time, contribute to its occurrence.

However, to collaborate is much more complex than to cooperate (when both parties just coordinate actions and exchanges for mutual benefit). To collaborate is to co-create: creating the world together and creating oneself in relation to the other. Participating in the realization of the other without giving up one’s own realization. A consciousness focused simultaneously on the individual and on the communal, both inside and outside.

For the philosopher Hans-Georg Gadamer, ‘real understanding always has a cost on identity’. Collaboration requires understanding the reasons, individual and collective, for doing what one wishes to do together. Collaborating challenges each creator-entrepreneur-activist to understand the way her or his partner sees the world. However, for that to be possible, it is necessary to observe one’s own outlook, to unravel one’s own reasons and to ‘betray’ one’s own convictions. Only then it is possible to overcome conflicts and to see and support new possibilities.

André Martinez – facilitator
Independent researcher, systems analyst, scholar of systemic and phenomenological approaches. Qualified by the program Artists of the Invisible (The Proteus Initiative). Consultant and mentor in creative processes. Founder of Laboratório Sociocriativo (Socio-creative Laboratory). André works in converging culture, innovation, and social and personal development. His methodology for training creative entrepreneurs received, in 2012, the award Economia Criativa (Creative Economy) in the category “Formação para Competências Criativas” (Training for Creative Competences), awarded by the Ministry of Culture of Brazil.

With over 30 years of experience, André is a pioneer in developing transversal models of cultural management in Brazil. Consultant for great companies and foundations, he is dedicated to the study, design, and activation of strategies and structures aiming at social innovation in a sustainable manner and from socially creative processes.

More https://sociocriativo.wixsite.com/english/quem-somos

POR
Workshop
Segunda-feira 04/11 –  De 11:00 as 19:00
Terca-feira      05/11 – De 14:00 as 19:00
André Martinez – facilitador
Investimento: 40€.
Se voce tem dificuldades para pagar esta quantia acima, especifique a quantia que voce pode pagar no e-mail info@munganga.nl

As pausas para o lanche e cafe serao colaborativas: Traga alguma coisa para compartilhar.

O workshop será ministrado em Português e traduzido para o Inglês.

Redes co-criativas: práticas por uma colaboração essencial
Por meio de práticas dialógicas a partir da escuta de histórias de vida dos participantes – inspirada pela abordagem do poeta, escritor e cientista alemão Johann Wolfgang von Goethe para observação de fenômenos naturais – a oficina propõe um percurso de vivências para tornar visíveis os aspectos delicados e profundos que sustentam os processos colaborativos e co-criativos.

Colaboração é a prática que nos permite viver o aspecto luminoso da transição. Se por um lado os velhos sistemas, baseados na escassez e no controle, fenecem gerando violência e destruição, por outro, novos padrões surgem vigorosamente produzindo vida e abundância. Quem pratica a colaboração se beneficia dos aspectos positivos da transição e ao mesmo tempo contribui para que ela aconteça.

Mas colaborar é bem mais complexo que cooperar (quando duas partes simplesmente coordenam ações e trocas para benefício mútuo). Colaborar é cocriar: criar o mundo juntos e criar a si mesmo em relação ao outro. Participar da realização do outro, sem abrir mão da própria realização. Uma consciência voltada simultaneamente para o individual e o comum, para dentro e para fora.

Para o filósofo Hans-Georg Gadamer, “o real entendimento sempre tem um custo de identidade”. A colaboração requer compreender as razões de se fazer o que se deseja fazer juntos, individuais e coletivas. Colaborar desafia cada criador-empreendedor-ativista a entender o jeito do parceiro enxergar o mundo. Mas, para que isso seja possível, é preciso observar o próprio olhar, desvendar os próprios motivos e “trair” as convicções. Só assim é possível superar conflitos e enxergar e sustentar juntos novas possibilidades.

Facilitador André Martinez
Pesquisador independente, analista de sistemas, estudioso das abordagens sistêmicas e fenomenológicas. Formado pelo programa Artistas do Invisível (The Proteus Initiative / Instituto Fonte). Consultor e mentor em processos criativos. Fundador do Laboratório Sociocriativo. Trabalha na convergência cultura, inovação e desenvolvimento social e pessoal. Sua metodologia de formação de empreendedores criativos recebeu, em 2012, o Prêmio Economia Criativa, categoria Formação para Competências Criativas, concedido pelo Ministério da Cultura.

Com mais de 30 anos de atuação, é pioneiro no desenvolvimento de modelos transversais de gestão cultural no Brasil. Consultor de grandes empresas e fundações, dedica-se principalmente ao estudo, design e ativação de estratégias e arranjos que buscam inovação social de forma sustentável e a partir de processos sociais criativos.

Minibio completa: https://www.sociocriativo.info/quem-somos

Sinds1987